domingo, 23 de julho de 2017

Resenha: A Guardiã - Laís Lacet

Autora: Laís Lacet 
Editora: Lótus
Páginas: 280
Nota: 5/5

Sinopse: Aether, um reino antigo, o berço da magia. Lugar que já passou por inúmeras batalhas. Porém, a maior delas permanece um mistério: a Grande Tempestade, ou na língua antiga, o Ezjah, responsável por unificar os doze reinos.

Oito anos antes, a princesa de Khaye é prometida ao poderoso rei de Fargih como parte de um acordo de paz. Alva não sabe o que lhe espera, mas suas escolhas mudarão o rumo da própria história.

No ano de 1792, após o Ezjah, Delilah recebe uma notícia trágica. Seus pais, os duques de Khaye, estão mortos. Sua vida está prestes a mudar. Os mil e oitocentos anos que a separam da princesa são uma ilusão. O destino está para se repetir; ainda que com novos personagens.

O passado não está morto, ele se enlaça com o presente, trazendo uma nova batalha.

Cada escolha é capaz de mudar o futuro. O tempo é impiedoso, porém, há quem seja ainda mais.

O livro conta a história de uma princesa que foi prometida a um rei com mania de grandeza há anos atrás, e agora com idade suficiente para casar e cumprir com o acordo, Alva se vê longe da sua casa, a única que ela conheceu por toda a sua vida e agora se colocará diretamente na mão de um rei louco com sede de poder.

Alva, sabia de seu futuro e tentava ao máximo aceitar, mas era difícil, muito difícil, o rei de Fargih é um homem ambicioso e Alva sabe que esse casamento vai ser um martírio para ela, mas ela não está completamente só e o pensamento de fazer isso por seu povo, para mantê-los seguros já era um grande acalento também. 


''...Ele acredita que todos os magos são perigosos para o seu reino, e eu já tinha escutado falar a um dos sacerdotes. Disse que não são confiáveis aqueles que possuem conhecimento, pois este leva à rebeldia.''

Delilah é uma mulher forte e decidida, ela também é uma maga arcanista, ela estava feliz na sua vida como membro do clã Thénar, ela estava envolvida com Saleh, um outro mago, e sua vida estava bem e feliz por um bom tempo. Até que a morte dos seus pais, a transforma na duquesa de Khaye, e vira a sua vida completamente de cabeça para baixo. Ela deixa seus amigos, sua família, seu clã para resolver problemas com o ducado, mas tem alguém tentando interferir e prejudicá-la. 

Ela agora está em um jogo antigo e cruel, que está começando a aprender as regras. O livro tem uma história intrigante e misteriosa, que é como montar um quebra cabeça. É um leitura fluida e envolvente, você consegue ler esse livro em um dia ou dois, no máximo.

''- Sim - retruca, abrindo um pequeno sorriso. - Eu ouvi dizer que arcanistas jamais quebram uma promessa - sussura em meu ouvido.''

domingo, 4 de junho de 2017

Primeiras Impressões: Reinos Esquecidos - Italo Natã

Autor: Ítalo Natã
Editora: Constelação Editorial

Sinopse: E se nem todas as princesas fossem boas? E se os vilões tivessem bons motivos para serem maus? E se nem todo conto de fadas tivesse um final feliz? Você acreditaria? Uma rainha vingativa. Uma garota que só tem até a meia-noite para sonhar. Uma caçadora em busca de cura. Uma princesa que luta para salvar seu amor, mas será que ele é seu amor verdadeiro? Às vezes um beijo pode te acordar das sombras, outras vezes, ele pode te levar a escuridão mais profunda. O veneno é mais forte que a magia? O amor é capaz de vencer o mal? Esqueça tudo o que você acreditou, e descubra a verdade esquecida por anos.


Embarque em uma aventura cheia de mistério, romance e magia. Conheça o outro lado da história, contado por aqueles que não tiveram um final feliz. Você verá que nem todo o príncipe veste armadura, e nem todo o caçador veste calças. Você verá um lado dos contos de fadas nunca explorado. Está pronto para conhecer a história que foi esquecida pelo tempo? Está pronto para conhecer os reinos esquecidos?

O início desse livro pode até parecer que é um contos de fadas, mas parece que nem tudo é tão bom assim, acho que tem uma pegada mais adulta, no primeiro capítulo somos apresentados a Adara, uma princesinha linda e amorosa, que perdeu a sua mãe logo após o parto e que é apesar de não ter conhecido a mãe, cresceu rodeada de pessoas que a adoravam e que a amavam, ela era conhecida por Branca de Neve.

No segundo capítulo somos apresentada a Evangeline, uma jovem que perdeu sua mãe, e que não é aceita pela madrastas e nem pelas ''irmãs'' dela. Infelizmente, só pude ler dois capítulos, mas que já prenderam minha atenção e já plantou uma sementinha do mistério, já estou louca para ler o livro completo.

A escrita do Ítalo é fluida, e bem envolvente, já no comecinho da história ele consegue capturar sua atenção, mesclando com pitadas de mistério e curiosidade, que de me deixaram muito curiosa para saber o resto da história.



''...mas o grande erro do homem é confiar na beleza. A beleza pode ser, de fato, algo maravilhoso, mas também pode ser muito venenoso, e o veneno é algo irreversível, algo que te mata lentamente, até perceber que no final das contas, a beleza não vale tal sacrifício.''

Em 21 páginas que recebi para fazer as primeiras impressões, já queria sair marcando vários quotes, o negócio é bom mesmo e mal posso esperar para devorar esse livro. Ah, e se você quiser conhecer mais do trabalho do Ítalo, pode ler seu o livro que está disponível no wattpad O Diário de Giselle, vale a pena dar uma conferida (prepare o coração).

Escritor Ítalo Natã - Facebook
Italo Natã - Facebook
Italo Natã - Instagram
(ele tem umas fotenhas muito legais, confiram lá)

Quando a Neve Cai - Skoob

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Resenha: Passarinha - Kathryn Erskine

Editora: Valentina
Autora: Kathryn Erskine
Páginas: 224
Nota: 5

Sinopse:
No mundo de Caitlin, tudo é preto e branco. Qualquer coisa entre um e outro dá uma baita sensação de recreio no estômago e a obriga a fazer bicho de pelúcia. É isso que seu irmão, Devon, sempre tentou explicar às pessoas. Mas agora, depois do dia em que a vida desmoronou, seu pai, devastado, chora muito sem saber ao certo como lidar com isso. Ela quer ajudar o pai - a si mesma e todos a sua volta -, mas, sendo uma menina de dez anos de idade, autista, portadora da Síndrome de Asperger, ela não sabe como captar o sentido.

Caitlin, que não gosta de olhar para a pessoa nem que invadam seu espaço pessoal, se volta, então, para os livros e dicionários, que considera fáceis por estarem repletos de fatos, preto no branco. Após ler a definição da palavra desfecho, tem certeza de que é exatamente disso que ela e seu pai precisam. E Caitlin está determinada a consegui-lo. Seguindo o conselho do irmão, ela decide trabalhar nisso, o que a leva a descobrir que nem tudo é realmente preto e branco, afinal, o mundo é cheio de cores, confuso mas belo.

Um livro sobre compreender uns aos outros, repleto de empatia, com um desfecho comovente e encantador que levará o leitor às lágrimas e dará aos jovens um precioso vislumbre do mundo todo especial dessa menina extraordinária.

Passarinha conta a história de uma menininha que recentemente perdeu seu irmão, e já tinha perdido sua mãe. Ela vive com o pai, e é muito especial, ela autista e é portadora da síndrome de Asperger, ela tenta ajudar ao seu pai que sofre muito, e as outras pessoas também, mas não consegue entender sobre os sentimentos e simplesmente não sabe como ajudar.


Na escola, ela não consegue se enturmar com os colegas, já que pela falta de compreensão com os sentimentos alheios, ela não tem filtros e tampouco consegue sentir empatia por eles, o que dificulta muito as coisas. Mas em um determinado momento as coisas começam a mudar, quando ela faz amizade com um menininho mais novo que ela, que não vê nada de errado com a Caitlin.

Caitlin sabe que tem algo acontecendo e após ouvir e descobrir o significado da palavra desfecho, ela sabe que é isso que ela tem que fazer para entender essas coisas que ela sente, e também para se recuperar da perda do irmão e melhor amigo. E então ela começa a correr atrás do seu desfecho.

A forma como o livro é narrado é suave e fluído, o livro trata de assuntos sérios de uma forma suave, visto pelos olhos de uma criança, é uma história doce e emocionante que nos dá algumas lições e aprendizados para a vida.

Esse livro me encantou de uma forma tão genuína quanto Extraordinário (ele ainda é o meu preferido), a Caitlin é maravilhosa ao seu modo e esse livro é cheio de aprendizados e assuntos para pensar. Ele está no hall dos livros que todo mundo deveria ler.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Resenha: Estarei Aqui - Daya Alves

Editora: Coerência
Autora: Daya Alves
Páginas: 326
Nota: 5

Sinopse: Paloma esperou quatorze anos para realizar o sonho de casar. Enquanto aguardava ansiosa que seu noivo marcasse a tão desejada data, satisfazia-se em trabalhar com wedding planner, assessorando muitas noivas histéricas. Até que um dia, por obra do destino, acabou envolvida em uma confusão e descobriu algo que iria abalar seu relacionamento. Desiludida com o amor, ela blinda seu coração para não sofrer novamente, porém, mais uma vez, não consegue ficar longe de uma grande confusão e seu caminho cruza com o de um médico socorrista do SAMU - moreno, latino, dono de olhos verdes e um sotaque que a deixava tonta. Seria Rico capaz de abalar sua determinação?


Paloma é uma mulher romântica que se apaixonou pelo seu noivo, Cadu, e sempre imaginou seu casamento, afinal, ela é uma wedding planner e ela planeja casamentos, torna esse evento o melhor dia da vida dos noivos, então claro que o dela já estava planejado até os mínimos detalhes. Ela esperou anos e anos até Cadu finalmente a pedir em casamento e quando ele fez, ela já estava pronta para o seu dia, mas infelizmente nem tudo é como ela sonhou e Cadu não parece nem um pouco preparado para ir adiante, e ele só fica adiando marcar a data do casamento.


Um belo dia, Paloma, chegou cansada do trabalho decide fazer um lanchinho, mas a) ela é péssima na cozinha, b) ela é extramente desastrada e ela é um perigo para si mesma, e a sua tentativa de lanchinho acabou com ela cortando a mão, a tia chegou do trabalho o e encontrou Paloma com a mão cortada e o que era para ser uma noite tranquila terminou com as duas indo parar no hospital o que não foi de todo mal, já que ele conheceu um anjo de olhos verdes, acompanhado de um sotaque muy caliente.

A tia dela é incrível, maravilhosa mesmo, uma das personagens que eu mais gosto, ela criou a Paloma depois que a mãe dela morreu e fez um trabalho muito bom. Ela tem uma família formada com amor e que sempre estará disponível para ela. 
''- Onde está seu amor próprio, Paloma? Foi isso que lhe ensinei? Acha que precisamos de um macho para ser felizes? Eu acredito que você tem que aprender a amar a si mesma antes de sair por aí, entregando seu coração de bandeja!'' 
Paloma vai ter muitos acidentes, e vai inevitavelmente acabar se encontrando com o belo anjo com um sotaque sexy já que ele trabalha em um hospital, e sinceramente Rico é maravilhoso, vem envolto num belo pacote, e as coisas só melhoram para ele. E apesar da inclinação de Paloma para acidentes, parece que o destino está determinado a uni-los, e a mantê-la a salvo também.

É um dos primeiros chick lick nacional que eu leio e eu estou completamente apaixonada, os personagens são incríveis e a escrita é muito leve e fluída, é um livro meio e divertido. Sem esquecer do fato que as desventuras da Paloma vai te arrancar boas risadas, e o final é muito maravilhoso, sério. Eu super indico para vocês, sem arrependimentos! 

Simplesmente, leiam! 

Adquira o livro com a autora: Daya Alves - Instagram 
Não se esqueçam de adicionar no skoob: Estarei Aqui

terça-feira, 4 de abril de 2017

Resenha: Big Rock - Lauren Blakely

Autora: Lauren Blakely
Editora: EverAfter Platinum
Páginas: 250
Nota: 5

Sinopse: Não é apenas o movimento do oceano, senhoras. É definitivamente o tamanho do barco também. E eu tenho dois disparos em todos os cilindros. Na verdade, eu tenho todos os ativos certos. Olha, cérebro, meu próprio dinheiro, e um grande pau. Você pode pensar que eu sou um idiota. Pareço um, não é? Eu sou quente como o pecado, rico como o céu, esperto como o inferno e pendurado como um cavalo. Adivinha? Você não ouviu minha história antes. Claro, eu poderia ser um playboy, como os panos de fofocas de Nova York me chamam. Mas eu sou o playboy que é realmente um grande cara. O que me faz um de um tipo. O único problema é que meu pai precisa de mim para resfriá-lo por um tempo. Com investidores conservadores na cidade querendo comprar sua loja de jóias da Fifth Avenue, ele precisa de mim, não só para fechá-lo, mas para olhar a parte do cara comprometido. Bem. Posso fazer isso pelo pai. 


Afinal, tenho que agradecer pelas jóias da família. Então eu pedi a minha melhor amiga e parceira de negócios para ser minha noiva para a próxima semana. Charlotte está preparada para isso. Ela tem suas próprias razões para dizer sim para usar essa grande pedra. E em breve tudo isso fingindo fingir em público leva a não fingir nada no quarto, porque ela não pode fingir o tipo de orelha-curling, janela quebrando gritos orgasmico ela faz como eu levá-la a novas alturas entre os lençóis. Mas eu não consigo fingir que eu poderia estar sentindo algo real para ela. O que é que eu fiquei com essa ... grande pedra?

É o tipo de romance que eu gosto, e eu vi a capa no goodreads, e então eu me apaixonei, tentei achar o livro em português, mas não consegui. Mas então eu estava tão louca para ler esse livro que eu não resisti e fiz uma promessa, eu ia ler esse livro em inglês antes do fim do primeiro semestre de 2017, e para a minha surpresa eu li o livro em menos de uma semana, uma semana, sim! Estou muito feliz por isso, é uma grande conquista e apenas a primeira de muitas nesse quesito, enton, agora, vamos para a resenha.

Eu estava lendo em inglês, e - choquem - entendendo quase tudo. Foi bem fácil e estou surpresa com a fluidez dessa leitura para mim que já tinha começado vários outros livros em inglês e nunca tinha conseguido terminar, já estou louca pra tentar outros desafios e ler outros livros em inglês.

O livro conta a história de Spencer Holiday, ele é um conquistador que criou um aplicativo de relacionamento e agora é dono do Lucky Spot, um dos bares mais frequentados e mais hypados da cidade de Nova York. Ele também é filho do fundador de um das maiores joalherias do mundo, a Katherine's, porém, o pai deseja passar mais tempo com a esposa já que os filhos já estão crescidos e pretende vender o negócio dele, mas o comprador é um homem conservador e o pai de Spencer pede que ele esteja em seu melhor comportamento para que não tenha nenhuma chance de algo dar errado.

E Spencer resolveu inventar uma mentirinha branca para incentivar o comprador, ele disse que estava noivo da sua melhor amiga e parceria de negócios dele, no momento pareceu uma ótima ideia para ele, e bem, Charlote topou por seus próprios motivos.

Charlotte é amiga de Spencer desde a escola, e sempre o acompanhou e esteve em quase todos os momentos importantes e vitais da sua vida, eles se completam. E essa história ainda vai longe.

E acho que já falei praticamente tudo sobre esse livro sem dar spoiler, então leia e tire suas próprias conclusões.

domingo, 26 de março de 2017

Resenha: Antes Que O Tempo Acabe - L.A. Melo

Autor: L.A. Melo
Editora: Young
Páginas: 286
Nota: 4.5

Sinopse: Claire Withley, uma eximia nadadora, tem uma vida aparentemente perfeita e está prestes a subir mais um degrau em sua vida profissional quando uma terrível doença cruza o seu caminho. Com a estimativa de oito meses de vida, sem seu namorado e com os laços da família se corroendo, ela terá apenas a companhia de Lisa e Albert Louis “Alo” Watson, um misterioso estudante de psicologia que a conhece por intermédio de duas perguntas: Claire viverá o tempo que lhe resta em forma de grandes aventuras ou abdicará de seus direitos se entregando totalmente para dor? Ela terá que conhecer a si mesma para responder as duas perguntas que lhe assombram, antes que o tempo acabe.

Claire Withley é uma excelente nadadora que tem um futuro brilhante garantido no mundo esportivo, mas não é isso que ela quer. Ela quer ser conhecida, lembrada como Claire Withley aquela que expôs ao mundo sua fúria brilhante por meio da arte.

''Meu sonho sempre foi ser reconhecida, ser lembrada. Lembrada como Claire Withley aquela que expôs toda sua fúria, sua alegria e tristeza através de sua arte. Aquela que pode tornar pessoas felizes, sendo feliz… A que sempre será ligada a bons momentos e foi amada.''

Porém, o livro é mais que isso, o livro tem um enfoque central em um assunto muito importante. É mais do que aparenta, parecia que o livro seria simplesmente um livro onde a história seria sobre Claire e essa busca para viver seus sonhos.

No dia mais importante da sua vida, o dia em que ela vai competir pela vaga para representar a seleção nacional, ela está sob muito pressão, de sua mãe, de seu treinador e namorado, Hank, e ela simplesmente está impondo a si mesma a pressão para vencer e depois da visita do cara da faculdade questionando sobre sua felicidade, ela está a ponto de sucumbir, aquele dia foi um início da avalanche que mudou a sua vida.

Esse é um livro bem legal, tipo sessão da tarde, um livro que inicialmente você imagina que seja só mais um livro clichê, mas esse livro me surpreendeu e muito. É uma leitura fluida e ligeira depois que pega o ritmo, porém, acho que por ter sido ligeira, o livro perdeu um pouco da profundida e ficou tudo meio superficial.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Nova parceria


Lucas de Andrade Melo, é um jovem de 18 anos que assina suas obras com o pseudônimo L.A. Melo. Lucas é morador do Rio de Janeiro e além de aquariano, é escritor. Já publicou seu primeiro livro intitulado “Antes Que o Tempo Acabe” e sua outra paixão além da leitura e a escrita, sem dúvidas é o cinema. Mesmo já tendo escrito três livros, ainda tem muitas histórias para contar.